[Resenha] Pestilence - The Four Horsemen #1 (Laura Thalassa)

Imagem

Pestilence - The Four Horsemen #1 Laura Thalassa Createspace
Sinopse: Eles vieram para a Terra — Peste, Guerra, Fome e Morte — quatro cavaleiros em seus corcéis que gritavam, correndo para os quatros cantos do mundo. Quatro cavaleiros com o poder de destruir toda a humanidade. Vieram à Terra para acabar com todos nós.

Quando Peste chega à cidade de Sara Burn, uma coisa é certa: todos que ela conhece e ama estão marcados para morrer. A menos, é claro, que o cavaleiro de aparência angelical seja impedido, o que é exatamente o que Sara tem em mente quando dispara contra a fera profana em seu corcel.
Pena que ninguém lhe disse que não se pode matar a Peste.

Agora o cavaleiro, muito vivo e irritado, a fez prisioneira e está ansioso para fazê-la sofrer. Porém, quanto mais tempo passa com ele, mais incerta se sente sobre seus verdadeiros sentimentos em relação a ela... e dela em relação a ele.

E agora, bom, Sara ainda pode salvar o mundo, mas para fazer isso, precisará sacrificar seu coração no…

The Queen of Nothing - Capítulo Vinte e Três

No corredor fora do grande salão, todos gritam ao mesmo tempo. Os conselheiros estão gritando uns com os outros. Generais e cavaleiros tentam guia quem deve ir para onde. Alguém está chorando. Cortesãos seguram as mãos uns dos outros, tentando entender o que viram. Mesmo em uma terra de enigmas e maldições, onde uma pequena ilha pode ser invocada do mar, magia dessa magnitude é rara.Meu coração bate rápido e forte, abafando todo o resto. Feérico…

The Queen of Nothing - Capítulo Vinte e Dois

Os dois dias seguintes são gastos principalmente na sala de guerra, onde peço a Grima Mog que se junte aos generais de Cardan e aos das cortes menores na criação de planos de batalha. Bomba permanece, também, com o rosto mascarado em tela preta e o resto de seu corpo escondido em uma túnica com capuz do mais profundo preto. Os membros do Conselho manifestam suas preocupações. Cardan e eu nos debruçamos sobre a mesa enquanto os feéricos se reveza…

The Queen of Nothing - Capítulo Vinte e Um

Uma batida na porta me leva a buscar um dos roupões de Cardan e colocá-lo desajeitadamente sobre a camisa em que dormi. Antes de eu chegar, ela se abre, e Randalin entra. – Minha senhora – diz, e há um tom frágil e acusador em sua voz. – Temos muito o que discutir.Puxo o roupão com mais força ao meu corpo. O conselheiro devia saber que Cardan não estava comigo para entrar assim, mas não lhe darei a satisfação de perguntar sobre o paradeiro de Ca…

The Queen of Nothing - Capítulo Vinte

Estou no meio do corredor quando uma cavaleira pixie vem até mim, sua armadura polida tem um brilho que reflete sua pele azul. – Vossa Majestade, você deve vir rapidamente – diz ela, pondo a mão no coração.– Fand? – Quando estávamos na escola do palácio, nós duas sonhávamos em ser cavaleiras. Parece que uma de nós conseguiu.Ela olha para mim como se estivesse surpresa por ser lembrada, embora não tenha sido há muito tempo. Suponho que ela também…

Abas do sidebar